INFERTILIDADE

A infertilidade conjugal é caracterizada por um ano de tentativa de engravidar, sem utilizar nenhum método contraceptivo e sem sucesso. Às vezes, alguns casais normais acabam achando que são inférteis porque não conseguiram engravidar dentro desse tempo. Isso acontece porque a maioria das pessoas desconhece a informação de que até mesmo pessoas saudáveis e dentro da idade fértil, que mantém essa frequência de relações sexuais, também pode levar mais de um ano para conseguir engravidar, em alguns casos.

Por essa razão, alguns exames são feitos para investigar essa suspeita de infertilidade. A investigação é composta por exames hormonais, espermograma, hosterossalpingografia, histeroscopia, entre outros.

É comum as pessoas confundirem infertilidade com esterilidade, porém, são coisas distintas. A infertilidade, é configurada como uma dificuldade na concepção dentro do cenário que mencionamos no início desse artigo, enquanto a esterilidade significa a incapacidade total de conseguir engravidar e só pode ser realmente considerada depois de uma série de exames e tentativas de tratamentos de reprodução acompanhadas por um médico sem sucesso. A infertilidade também pode ser atribuída a mulheres que até conseguem engravidar, mas por algum motivo, não conseguem concluir a gestação.

Essa dificuldade pode ser causada por diversos fatores e a proporção é bastante equilibrada: em média, 30% por conta da infertilidade masculina, 30% pela infertilidade feminina, 30% pelos dois e 10% por fatores que ainda são desconhecidos. Além disso, um dos fatores que mais tem dificultado a concepção atualmente é a idade avançada que os casais decidem constituir uma família. É claro que ter um filho não pode ser uma atitude impulsiva e quanto mais planejamento e estrutura os pais puderem dar para a criança, melhor, mas normalmente essa estabilidade demora pra acontecer e o nosso organismo não espera.

Quanto mais velha a pessoa é, mais dificuldade ela vai encontrar para conseguir engravidar, pois a qualidade dos gametas diminui com o passar dos anos. O estresse, a obesidade e outras situações que podem debilitar a saúde também são capazes de dificultar a concepção, ajudando na infertilidade.

As principais causas da infertilidade masculina são a diminuição na quantidade de espermatozoides produzidas pelo homem conforme ele fica mais velho, baixa mobilidade dos espermatozoides, ausência na produção, doenças sexualmente transmissíveis, entre outros fatores. O espermograma é realizado para avaliar o sêmen e essas variáveis para descobrir se a produção se encontra normal ou há alguma alteração.

No caso feminino, a infertilidade pode ser causada devido a distúrbios hormonais, infecção no colo do útero, endometriose, problemas decorrentes de inflamações ou cirurgias que atingiram as trompas, síndrome do ovário policístico, além da idade.

Caso você se encontre nessa situação, não deixe de fazer o acompanhamento médico e realizar todos os exames para descobrir as causas da infertilidade e possíveis tratamentos para ela.